Skip directly to content

10 dicas que você deve levar em consideração ao orçar um trabalho de fotografia

28/01/2015

Quando você escolhe um fotógrafo não deve assumir a postura de que todos são basicamente iguais e optar pelo mais barato, pois, na criação e produção de uma fotografia existe uma parte do trabalho que é intangível: o conhecimento, a confiança e o histórico profissional de quem você vai contratar é muito importante e, de certa forma, garantem os resultados almejados.

Separamos 10 dicas que você deve levar em consideração ao orçar um trabalho de fotografia:

1. Portfólio consistente.

2. Empresa constituída e há quanto tempo está no mercado.

3. Estúdio fotográfico com estrutura para as fotos que você vai precisar.

4. Clientes já atendidos. Pergunte ao fotógrafo se você pode entrar em contato com eles para pedir referências.

5. Equipamento reserva (backup). Contar com o inesperado é ser profissional. Profissionais experientes sabem que câmeras e equipamentos de iluminação podem falhar no momento mais importante, e não ter o backup no momento em que isso ocorre pode inviabilizar o trabalho.

6. Equipe. Sim, o fotógrafo tem que ter uma equipe.

7. Tipo de arquivo fornecido com as fotos produzidas. O formato RAW é uma garantia para se obter o melhor resultado final, mas não é todo fotógrafo que se utiliza desse processo. Ele dá mais trabalho, há a necessidade de melhores computadores e mais tempo para processar as imagens.

8. O tempo de entrega do material fotografado. E o que acontece se você não ficar satisfeito com as imagens finais.

9. Manipulação digital das imagens. Esse é um fator muito importante também. Normalmente, retoques e manipulações digitais básicos estão incluídos no orçamento. São cobrados à parte quando o problema é inerente a fotografia ou requer fusão de imagens.

10. Contratação de terceiros. Caso o trabalho necessite de maquiadores, produtores, locação de estúdio e outros serviços, os custos deverão estar incluídos no orçamento. Modelos, são orçados à parte.